Twitter Facebook YouTube

CUT MG > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > CUT/MG PEDE AO GOVERNO FEDERAL O CANCELAMENTO DA ATUAÇÃO DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA DO ESTADO

CUT/MG pede ao governo federal o cancelamento da atuação da Força Nacional de Segurança do Estado

20/06/2013

Para a Central, reforço ao aparato repressor vai agravar ainda mais o quadro de enfrentamento que existe em Minas

Escrito por: CUT/MG

O governo do Estado contribui, mais uma vez, para o acirramento do conflito na relação com os movimentos sociais e o movimento sindical com o pedido de envio da Força Nacional de Segurança a Minas Gerais, com o objetivo de auxiliar a Polícia Militar na vigilância e repressão às manifestações e protestos durante a Copa das Confederações.

Tal providência, para a Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais, evidencia ainda mais a natureza arbitrária do governo Anastasia, que, em vez do diálogo e do respeito à diversidade, vem desencadeando um processo de criminalização e a judicialização das lutas dos movimentos sociais e sindicais no Estado.

No mais recente episódio, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais  proibiu manifestações em todo o Estado de Minas Gerais durante a Copa das Confederações e determinou multa de R$ 500 mil por dia a quem desobedecer a decisão.  Por sua vez, a Polícia Militar, sob as ordens do governador, atua de modo truculento, reprimindo com muita violência as manifestações públicas como aconteceu no dia 17 de junho, em protesto articulado pelo Movimento Passe Livre, Comitê Popular dos Atingidos pela Copa e outros.

A CUT/MG entende que o reforço ao aparato repressor do Estado vai agravar ainda mais o quadro de enfrentamento que existe em Minas Gerais há mais de dez anos e pode ter consequências trágicas, pelas quais o governo Anastasia deverá ser responsabilizado.

Por isso, a CUT/MG enviou, nesta quinta-feira (20 de junho de 2013), ofício ao secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, pedindo o cancelamento do envio da Força Nacional de Segurança ao Estado.

 

Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

  • WANDERLEA GOMES TEIXEIRA COSTA em 20/06/2013 às 16:26
    Protesto
    Aecio mente para os professores desde seu primeiro mandato. Mentiu pro Brasil ao dizer que MG ja pagava o piso,na verdade ele deu um golpe nos funcionarios publicos e nao cumpre a lei por que ele é a LEI? Anastasia é um idiota, nada sabe de governar, so esta na posição por manipulaçao da imprensa (Andrea Neves) QUE ABAFA TUDO! estou amando a REVOLUÇAO! Vou a BH e levarei meu protesto! Enfim, acho que agora vai! FORA AECIO! E LEVA ANESTESIA JUNTO!
  • Carlos José dos Santos em 21/06/2013 às 01:41
    Ação e Reação
    Para que o Governo dispense a Força Nacional ou a PM, é necessário que as lideranças das manifestações não permita a infiltração de vândalos que venham depredar o patrimônio público e privados. Para começar, podem impedir que os manifestantes cubram as caras com camisas, panos ou máscaras pois só aí já demonstra más intenções.
    Manifestação sim - Vandalismo NÃO
    Para os Vândalos, CADEIA.
  • natalícia em 24/06/2013 às 21:51
    Professora História
    Sem comentários , mais uma vez o governador tenta vencer no grito, pois bem sabe que o seu governo e suas ações não conseguem calar os profissionais da Educação, demonstrando assim a sua incompetência para governar o nosso Estado, pois não sabe lidar com os conflitos e divergências sem apelar, infim é um demagogo.
Nome:
E-mail:
Título:

RÁDIO CUT
FNDC

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE MINAS GERAIS
Rua Curitiba, 786, 2º andar | Centro | CEP 30170-120 | Belo Horizonte | MG
Fone: (55 31) 2102.1900 / 1916 | www.cutmg.org.br | e-mail: [email protected]