Twitter Facebook YouTube

CUT MG > LISTAR NOTÍCIAS > NA MÍDIA > REINTEGRAÇÃO DE POSSE GERA CONFUSÃO, COM VIOLÊNCIA, BOMBAS E TIROS EM CONTAGEM

Reintegração de posse gera confusão, com violência, bombas e tiros em Contagem

15/02/2017

Pessoas foram presas e algumas ficaram feridas; centenas de guardas municipais foram cumprir ordem judicial

Escrito por: O Tempo Online

A chegada de centenas de guardas municipais a um conjunto habitacional, no bairro Maria da Conceição, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, na manhã desta quarta-feira (15), acabou em confusão, com direito a bombas, spray de pimenta, fechamento de rua, incêndio e até tiros.

De acordo com o secretário municipal de Habitação, Rodinei Ferreira Dias, os guardas foram ao local cumprir um mandado de reintegração de posse, dando apoio ao oficial de Justiça.

"Eles (guardas municipais) chegaram fazendo o uso da força, invadindo o local, eles não têm preparo para isso. Aí, ocorreram várias confusões, que foram se potencializando, virou uma confusão generalizada, com guardas agredindo mulheres, crianças, idosos, spray de pimenta. Como a guarda começou a fazer uso da força para retirar os bens das pessoas, os vizinhos começaram a dar apoio e as pessoas arremessaram artefatos, pelo desespero delas", relatou Lacerda Santos, integrante do Movimento Luta Popular, que também se feriu no local.

Segundo ele, oito pessoas foram presas e várias se feriram. A Polícia Militar (PM) deu apoio na ocorrência para desobstruir uma via que chegou  a ser fechada por populares.

Ainda, conforme Santos, cerca de 32 famílias, chefiadas por mulheres se apropriaram dos imóveis abandonados, que pertencem a Prefeitura de Contagem, mas que há seis anos não eram utilizados e foram construídos com recursos do programa de habitação federal. Há um mês, as cerca de cem pessoas moram no local, como forma de forçar uma negociação com a prefeitura, já que não tem onde morar.

O secretário Dias esteve no local e acordou abrir uma mesa de negociação entre a prefeitura e os moradores, que aceitaram conversar sem deixar as casas e pedindo que os detidos sejam liberados.

"Conseguimos marcar uma mesa de negociação, para que vocês possam entrar dentro de um plano habitacional, que seria o Bolsa Moradia. Hoje, a capacidade deste programa no município está no limite, mas como vocês estão sem local para ir, vamos tentar uma negociação", garantiu.

A situação no local foi controlada e a reunião ainda não aconteceu, devendo ser realizada na prefeitura. A reportagem de O TEMPO não conseguiu tentou falar com a assessoria da Guarda Municipal de Contagem, sem sucesso.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE MINAS GERAIS
Rua Curitiba, 786, 2º andar | Centro | CEP 30170-120 | Belo Horizonte | MG
Fone: (55 31) 2102.1900 / 1916 | www.cutmg.org.br | e-mail: cutmg@cutmg.org.br